Inglês (Interior)

Informações básicas

Coordenação: Prof. Nelson Mitrano Neto
Níveis: 6
Carga horária: 45 horas semestrais (270 horas no total)
Duração total do curso: 3 anos
Modalidade: Presencial e Semestral
Número de vagas por turma: 30 vagas
Local de realização do curso: Volta Redonda, Campos dos Goytacazes e Rio das Ostras
Público-Alvo: Estudantes da UFF
Quesitos: Não há necessidade de conhecimento prévio para as turmas iniciantes. Para as demais, o aluno deverá realizar Prova de Nivelamento realizada pelo PULE.

Correspondência entre o nível estudado e o nível de conhecimento alcançado, conforme o QCER:

A1.1

A1.1

A1.2

A2.1

A2.2

B1.1

Nível 1 Nível 2 Nível 3 Nível 4 Nível 5 Nível 6

 

Sobre o Curso

O curso, em consonância com o material didático adotado, propõe um trabalho que, em sua essência, é de cunho comunicativo. Partimos das necessidades de uso do inglês e, em cima dessas necessidades, exploramos questões de natureza linguística. O próprio material, conforme propaga a Cambridge University Press, foi construído com base na Corpus Internacional de Cambridge que é um grande banco de dados de registros de uso do inglês falado e escrito. Além disso, ênfase também é dada ao ensino do vocabulário, pronúncia, estratégias de aprendizagem do léxico e da conversação. O ensino da estrutura linguística vem a reboque das necessidades comunicativas construídas e observadas durante o trabalho proposto para cada nível: é uma proposta baseada no conceito de ensino comunicativo com foco na forma.

A avaliação feita a cada semestre leva em conta não só os resultados do teste final aplicado mas também, no mínimo, quatro verificações pontuais durante os semestre – uma a cada mês – e mais uma avaliação holística de cada aluno por parte do professor. A produção oral é avaliada formalmente a partir do nível 2 e é feita juntamente com o exame final. Porém, sempre associada a uma segunda avaliação feita pelo professor durante o semestre.

 

Ementa

O ensino se baseia em três vieses teóricos principais: (1) abordagem comunicativa na sua versão mais “liberal”, (2) uma pedagogia de ensino de línguas com base em princípios e (3) “linguística do uso”.

O primeiro encara a abordagem comunicativa do ensino de línguas de tal forma que não se excluam dela preocupações de ordem estruturais; em outras palavras, a comunicação é sempre o ponto inicial – nunca o único – mas, durante o percurso, a forma jamais é negligenciada. O conceito de “instrução com foco na forma” parece ser uma das possibilidades de se lidar com essa questão de uma perspectiva pedagógica.

O ensino de línguas com base em princípios é o que se tem praticado desde a rejeição do conceito de “método” pela academia. A variabilidade envolvida no processo de ensino, bem como no de aprendizagem/aquisição, de uma língua estrangeira é complexa e caótica demais para acreditarmos que possamos desenvolver uma série fechada de regras e procedimentos metodológico-pedagógicos para atender aos aprendizes.

Por fim, qualquer trabalho de cunho comunicativo necessariamente terá que considerar questões de uso da linguagem; isto é, questões que vão além da forma linguística, pois há camadas de elementos sociopragmáticos (e, sem dúvida, pragmalinguísticos) que se entrelaçam com a estrutura sistêmica para que o processo comunicativo da linguagem verbal se faça realmente efetivo.

 

Conteúdo Programático

  • Inglês 1: Touchstone 1
  • Inglês 2: Touchstone 1
  • Inglês 3: Touchstone 2
  • Inglês 4: Touchstone 2
  • Inglês 5: Touchstone 3
  • Inglês 6: Touchstone 3

 

Bibliografia Utilizada

Bibliografia Principal:

  • MCCARTHY, Michael; MCCARTEN, Jeanne; SANDIFORD, Helen. Touchstone Level 1: Student’s Book with Audio CD/CD-ROM. Cambridge: Cambridge University Press, 2004.
  • MCCARTHY, Michael; MCCARTEN, Jeanne; SANDIFORD, Helen. Touchstone Level 2: Student’s Book with Audio CD/CD-ROM. Cambridge: Cambridge University Press, 2005.
  • MCCARTHY, Michael; MCCARTEN, Jeanne; SANDIFORD, Helen. Touchstone Level 3: Student’s Book with Audio CD/CD-ROM. Cambridge: Cambridge University Press, 2006.

Bibliografia Complementar:

  • BROWN, H Douglas. Teaching by Principles: An Interactive Approach to Language Pedagogy. Englewood Cliffs: Prentice Hall Regents, 1994.
  • CELCE-MURCIA, Marianne. Language Teaching Approaches: An Overview. In: CELCE-MURCIA, Marianne (Org.). Teaching English as a Second or Foreign Language. Boston: Heinle & Heinle, 2001. p. 444.
  • DOUGHTY, Catherine; WILLIAMS, Jessica (Org.). Focus on Form in Classroom Second Language Acquisition. Cambridge: Cambridge University Press, 1998.
  • ELLIS, Rod. The study of second language acquisition. Oxford: Oxford University Press, 1994.
  • ELLIS, Rod. Instructed second language acquisition: A Literature review. New Zealand: Ministry of Education, 2005.
  • LIGHTBROWN, Patsy; SPADA, Nina. How Languages Are Learned. Oxford, Oxford University Press, 2013.
  • LONG, Mike; ROBINSON, Peter. Focus on Form: Theory, Research, and Practice. In: DOUGHTY, Catherine; WILLIAMS, Jessica (Org.). Focus on Form in Classroom Second Language Acquisition. Cambridge: Cambridge University Press, 1998.
  • MITRANO, Nelson. The interdisciplinary nature of linguistic pragmatics: the importance of socio-pragmatics to foreign language learning. Anais do XIII ENPULI. 24 a 28 jul 1995. Rio de Janeiro: Departamento de Letras da PUC-Rio, 1997.
  • MITRANO, Nelson. Going Beyond Methods in Present-Day TEFL. 1º ENPLIRJ. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro, 1998.
  • MITRANO, Nelson. Communicative Language Teaching after three decades. 56th IBEU-Rio Seminar. Rio de Janeiro: Instituto Brasil-Estados Unidos, 2000.
  • MITRANO, Nelson. Enfocando a forma via aprendizagem individualizada: um estudo preliminar. In: LIMA, Marília; GRAÇA, Rosa Maria (Orgs.). Ensino e Aprendizagem de Língua Estrangeira: Relações de Pesquisa Brasil/Canadá. Porto Alegre: Editora Armazém Digital, 2007, p. 149-170.
  • MITRANO, Nelson. O inglês internacional e a confecção do livro didático. In: Textos Selecionados. II SILID/I SIMAR – PUC-RJ. Rio de Janeiro: Edições Entrelugar, 2010.
  • SPADA, Nina. Form-focused Instruction and Second Language Acquisition: A Review of Classroom and Laboratory Research. Language Teaching, 30: 37-87, 1997.
  • TANNEN, Deborah. The Pragmatics of Cross-cultural Communication. Applied Linguistics, 5 (3): 189-195, 1984.
  • THOMAS, Jenny. Cross-cultural Pragmatic Failure. Applied Linguistics, 4 (2): 91-112, 1983.

Obs: Durante o curso, o professor poderá apresentar referências bibliográficas complementares.